O Santuário

Origem do título de Nossa Senhora do Equilbrio

Tradução do original em italiano da Abadia de Frattocchie, Roma.

nse-1No verão europeu de 1967, um monge, enquanto meditava, pela manhã, vinha-lhe continuamente à imaginação a palavra EQUILÍBRIO. No mesmo dia, colocando em ordem alguns objetos fora de uso, eis que lhe cai em mãos uma placa de bronze com o relevo de uma orante: é a ALMA AEQUILIBRII MATER – SANTA MÃE DO EQUILÍBRIO.

Reproduzida a cores sobre tela pelo Frei Armando Panniello, a venerada imagem vem hoje conservada na Abadia Cisterciense de Frattocchie (Roma), sede central de sua difusão.

O papa Paulo VI, tendo recebido a cópia desta imagem, em setembro de 1968, radiante de alegria exclama: “Santa Maria do Equilíbrio!…Ah! Justamente Aquela que precisamos! Não existe data para festeja-la, pois de manhã à noite vem invocada”.

 

Com certeza, o papa Paulo VI foi inspirado ao fazer esta declaração, pois hoje mais do que nunca, o mundo precisa do equilíbrio. E Maria, como em todas as virtudes também neste ponto é exemplo vivo para nós. De fato, se observamos com atenção a narrativa evangélica, vemos que da Anunciação aos pés da Cruz as atitudes da Mãe de Jesus relevam o equilíbrio perfeito. Por isso, nas horas difíceis da vida, digamos-lhe com confiança: Santa Mãe do Equilíbrio, roga a Deus por nós e concede-nos a graça do Equilíbrio.

HISTÓRICO DO SANTUÁRIO EM CURITIBA

Nos fundo do terreno do Seminário Arquidiocesano São José, no bairro Orleans (Curitiba), encontra-se uma linda e moderna igreja, dedicada a Nossa Senhora do Equilíbrio.

Dom Pedro Fedalto, Arcebispo de Curitiba, conhecendo a aprovação do papa Paulo VI do título de Nossa Senhora do Equilíbrio, quis que houvesse em Curitiba uma igreja consagrada a ela.

Escolhido o local, foi feito um comodato do terreno do Seminário São José com a Associação Luz do mundo, responsável principal pela futura Igreja.

Dom Pedro Fedalto confiou a construção desta igreja à R.C.C de Curitiba. Esta aceitou a proposta, tomando a iniciativa de pedir ao arquiteto Koso Kassai a planta e sua execução.

Com a aprovação dos Bispos Auxiliares, dos Conselhos de Pastoral, Presbiteral e Econômico e da Reitoria do Seminário São José, aos 25 de outubro de 1998, Dom Pedro Fedalto concretizou a sua ideia, abençoando a pedra fundamental, com a presença de seus bispos Auxiliares e de grande número de fiéis.

A.R.C.C construiu um pavilhão, próximo à futura igreja, que serviu de local para as celebrações litúrgicas até certo tempo.

Para levar adiante a construção da igreja, foi constituída outra comissão, destacando-se, como incentivadora, a irmão Aquilina Caon, S. F. que merece destaque pela incansável propagação   da devoção a Nossa Senhora do Equilíbrio e por seu grande incentivo pela construção da igreja, conseguindo muitos benfeitores.

Aos 8 de dezembro de 2005, festa da Imaculada Conceição, Dom Moacyr Jose Vitti, Arcebispo de Curitiba, inaugurou e benzeu a nova igreja de Nossa Senhora do Equilíbrio, elevando-a a Santuário. Na mesma ocasião, nomeou como primeiro reitor Monsenhor Francisco Fabris, que vem dedicando grande parte de sua vida na evangelização e santificação dos devotos de Nossa Senhora do Equilíbrio, ampliando seu atendimento com a construção de um novo pavilhão que acolhe em torno de mil pessoas. Este local vem sendo muito procurado pelos movimentos e pastorais por oferecer grande espaço e segurança.

Aos 27 de março de 2011, o Bispo Auxiliar, Dom Rafael Biernaski, oficiou a cerimônia de Dedicação do Santuário e do seu Altar.

Provavelmente, este Santuário com título de Nossa Senhora Do Equilíbrio seja até o momento presente, o primeiro e o único no mundo.

Cada dia mais cresce o número de pessoas que vêm visita-lo, procurando aconselhamentos, bençãos, confissões, sobretudo pedindo graças a Deus por intercessão da Mãe do Equilíbrio.

Venha você também conhecer este aconchegante Santuário e contemple a serena imagem de Nossa Senhora do Equilíbrio, cópia fiel da pintura original e histórica que se encontra  na Abadia de Frattocchie em Roma.